Waldemar Lemos quer conhecer melhor o elenco do Náutico antes de pedir reforços

Foram aproximadamente três horas de contato com o elenco do Náutico. Após desembarcar na capital pernambucana por volta das 12h desta última terça-feira, o técnico Waldemar Lemos seguiu direto para o CT Wilson Campos. Duas horas depois, estava sendo apresentado ao elenco. Mais uma hora e meia, lá estava ele comandando o grupo no primeiro treino à frente do time. Segundo ele mesmo, muito pouco para fazer uma avaliação mais profunda do elenco que tem em mãos.

Chegando para tentar apagar o incêndio instalado no Náutico, que convive com atrasos salariais desde o começo do ano, Waldemar Lemos evitou falar em reforços. Com seu tradicional ar sereno, optou por manter os “pés no chão” e afirmou que irá primeiramente analisar os jogadores que têm na casa para depois pensar em contratações.

“Não adianta pensar além das possibilidades. Todo clube deve ter um padrão de trabalho e execução no dia a dia. Isso teria sido implantado em 2012 (na última passagem do técnico no clube). Houve a revelação de Rogério, Douglas (Santos), a volta de Kieza e não pudemos dar continuidade. O clube precisa ter seu padrão, sua forma para depois fazer as contratações. Não adianta contratar de qualquer maneira sem a certeza e a exatidão do que temos aqui dentro”, ponderou.

 
De acordo com o vice- presidente de futebol do clube, Emerson Barbosa, o Náutico não irá fazer contratações até concluir a readequação financeira a fim de balancear a folha salarial do time. Até o momento, três jogadores (Dudu, Giovanni e, por último Ewerton Páscoa) pediram para deixar o clube. Além deles, o agora ex-técnico Milton Cruz também foi desligado em meio a esse processo de reformulação.
Por: SuperEsportesPE


Deixe uma resposta