Presidente da Ceaf critica pedido do Sport para arbitragem de fora e alfineta time

“Respeito a posição da diretoria do Sport, mas não vejo necessidade alguma de arbitragem de fora”, disse

A solicitação por parte do Sport de arbitragens de fora do estado para a fase final do Campeonato Pernambucano não foi bem recebida pelo presidente da comissão estadual de arbitragem (Ceaf), Salmo Valentim. Apesar de afirmar respeitar a solicitação rubro-negra, o dirigente não poupou críticas a iniciativa. Segundo ele, algo recorrente por parte dos leoninos. Defendendo a atuação do quadro local, Salmo chegou a criticar a própria atuação do Sport no Estadual. “Uma coisa eu garanto. O ataque do Sport perdeu mais pontos do que os erros de arbitragem”, cutucou.

“Respeito a posição da diretoria do Sport, mas não vejo necessidade alguma de arbitragem de fora por tudo o que aconteceu nesse campeonato. Foram mais de 30 jogos e só foi reclamado um único erro, que não interferiu em nada na partida”, afirmou Salmo, referindo-se a atuação de Gilberto Castro Júnior no empate por 2 a 2 entre Sport e Salgueiro, quando expulsou o atacante Wallace após choque com atacante Levi, do Carcará. O árbitro foi afastado pela FPF logo em seguida.

“Não é de hoje que a diretoria do Sport usa esse artifício. Há mais de 10 anos eles pedem árbitros de fora. O engraçado é que eles só confiam na arbitragem local quando é conveniente. Se cobra renovação do quadro, mas como revelar valores se um dos clubes sempre veta a participação do quadro local nos jogos decisivos? É contraditório. E justamente o Sport que há pouco tempo dava pouca importância ao Campeonato Pernambucano, dizendo inclusive que iria disputar com o sub-20”, lembrou Salmo Valentim.

 
No entanto, apesar de discordar do posicionamento rubro-negro, o presidente da Ceaf-PE garantiu que vai respeitar a decisão a ser tomada pelo presidente da Federação Pernambucana, Evandro Carvalho. Salmo, no entanto, lembrou que dos quatro semifinalistas, o único a solicitar um quadro de árbitros de fora do Estado para os mata-matas foi o Sport. Salgueiro, Santa Cruz e Náutico estariam dando apoio aos juízes locais.

Assim, uma alternativa é se colocar um quarteto local e outro de fora no sorteio da próxima quarta-feira, que definirá a arbitragem dos jogos de ida a serem realizados no fim de semana. “Não concordo com esse pedido do Sport, mas quem decide é o presidente da FPF junto com os clubes. Sou apenas um funcionário e tenho que respeitar a decisão. Só espero que, quem venha trabalhar nos jogos, seja daqui ou de fora, faça uma grande arbitragem. Uma coisa eu garanto. O ataque do Sport perdeu mais pontos do que os erros de arbitragem”, encerrou Salmo Valentim.

Por: SuperEsportesPE


Deixe uma resposta