Pernambuco já soma mais de 44 mil desabrigados e desalojados pelas chuvas

Após dois dias de chuvas que atingiram principalmente a Zona da Mata Sul e parte do Agreste pernambucano, mais de 44 mil estão desabrigados e desalojados no estado. Até o momento, 2.656 pessoas perderam suas casas e foram encaminhadas para prédios públicos. Já o número de desalojados chegou a 41.145 nesta segunda-feira. Além disso, há três mortes e dois desaparecidos. Ao todo, são 23 municípios atingidos, sendo 14 em estado de calamidade pública, além de Caruaru, que decretou estado de emergência. No Recife, não houve ocorrências.

A Mata Sul foi a região mais prejudicada. As situações mais críticas se encontram em Ribeirão – onde o Rio Amaraji subiu 2 metros além do seu limite máximo -, além de Joaquim Nabuco, Sirinhaém e Barra de Sirinhaém que estão com os sistemas de fornecimento de água suspenso ou parcialmente afetados em função de inundações, níveis de turbidez da água, falta de energia, entre outros problemas provocados pela intensidade das chuvas.

Novo alerta de chuvas fortes
Na tarde de hoje, a Agência Pernambucana de Águas e Clima emitiu um novo alerta de chuvas para as próximas 24 horas. Segundo o órgão, há probabilidade de ocorrência de chuvas de intensidade moderada a forte até terça-feira. As áreas mais atingidas serão Mata Norte, Mata Sul e Região Metropolitana do Recife.

Do Diário de Pernambuco



Deixe uma resposta