Experiente em títulos, Cardoso frisa aspectos importantes para Náutico ir bem nas sêmis

“O grupo que tem que prevalecer, não pode um querer se destacar mais do que o outro”, ressaltou

Dos 35 atletas que compõem o plantel do Náutico nesta temporada, somente três tiveram a oportunidade de registrar um título do Campeonato Pernambucano no currículo. Marco Antônio em 2004 pelo mesmo Náutico, Ewerton Páscoa em 2014 pelo Sport e Tiago Cardoso com cinco deles, pelo Santa Cruz, entre os anos de 2011 a 2016. Antes de sequer pensar em título, no entanto, é preciso superar a fase das semifinais. Experiente no ramo, o arqueiro revela a fórmula essencial. Ressalta a necessidade de associar foco, concentração e preparação enquanto grupo e individualmente para que o time possa ser bem sucedido nesta etapa do torneio.

“( Acredito em) todos os aspectos que uma semifinal necessita. Eu creio que o foco, a concentração, a preparação com o grupo e individualmente, porque todos precisam estar ali na mesma sincronia, no mesmo tempo de bola, todo mundo entrosado. Tudo isso faz parte de uma grande semifinal, saber o momento de atacar, o momento de defender, não ter espaço”, ressaltou. Sem deixar de lado a parte tática e o trabalho individual, destaca a necessidade de união do grupo.  

“É se preparar taticamente com o grupo e individualmente também. Eu creio que você estando com a cabeça boa, a gente sabe que é o grupo que tem que prevalecer, não pode um querer se destacar mais do que o outro. Mas individualmente você tem que focar, colocar todas as suas forças, trazer a memória. Eu creio que a preparação é trazer cada momento, cada dificuldade e colocar tudo para fora dentro de uma semifinal.”

 
O arqueiro, ainda, ressaltou a característica singular que possui a segunda etapa do Estadual justamente por se construir em cima de um formato diferente de disputa. “É um campeonato à parte. Realmente é diferente, é um mata mata, é um jogo onde você o mínimo detalhe faz total diferença, então realmente é se preparar bem, se condicionar bem e focar no que tem que fazer nas semifinais.”
Por: SuperEsportesPE


Deixe uma resposta