Com dinheiro em vista, Náutico almeja pagar parte dos salários atrasados nesta semana

Após iniciar o processo de reformulação do elenco e consequente readequação financeira da folha salarial da equipe, a diretoria do Náutico espera agora começar a pagar o que deve. Buscando alternativas financeiras junto a parceiros diversos, pode caber à Federação Pernambucana de Futebol (FPF) o socorro necessário para dar o pontapé ao desafogo financeiro alvirrubro.

Com a expectativa de receber uma quantia “x” nesta semana, o diretor de futebol Alexandre Homem de Melo estima pagar uma folha de salários atrasados a atletas e funcionários. & #8220;A situação desse dinheiro está praticamente aprovada e a expectativa é grande para nesta semana a gente honrar parte desse compromisso, como uma carteira e uma imagem. Esperamos pagar um percentual do que devemos. Infelizmente, não tudo, mas uma parte para a gente começar”, explicou.

A reportagem do Superesportes tentou entrar em contato com o presidente da FPF, Evandro Carvalho, para comentar esse subsídio ao Náutico, porém sem sucesso.

Negociações

Giovanni, Dudu, Ewerton Páscoa, Marco Antônio e Adalberto. Todos esses já estão fora do Náutico no processo de readequação financeira timbu. Outros dois têm propostas para reduzir o salário e também podem deixar o clube. Tratam-se do volante Maylson e do atacante Anselmo. Dos dois, o primeiro tem mais chances de ficar, já tendo acenado positivamente pela proposta alvirrubra.

 
“A gente está propondo, conversando com alguns jogadores… Mas não se trata de mérito técnico e sim financeiro que está mais latente para a gente. Estamos mostrando que o clube passa por uma readequação financeira para haver a pontualidade nos pagamentos. Segunda-feira esperamos algumas respostas. Quem não quiser se enquadrar, vamos ter que tomar uma decisão, que deverá ser a rescisão contratual”, disse Homem de Melo.
Por: SuperEsportesPE


Deixe uma resposta