Versátil no Sport, Patrick deixa lateral e tem chance como volante ao lado de Rithely

Desde o início da temporada, o Sport ainda não conseguiu estabelecer o companheiro ideal para Rithely no meio de campo. De pratas da casa a contratados, jogadores se revezaram na posição, sem firmar lugar por muito tempo. Acionado nas últimas quatro partidas da Série A, Anselmo apontava como o ponto final à ‘maldição do companheiro de Rithely’, mas uma lesão o tirou do jogo contra o São Paulo e deixou a lacuna novamente vazia. Agora é a vez do versátil Patrick desempenhar essa função. Até então acionado na ala esquerda, o atleta retorna à sua posição de origem, onde espera desempenhar um bom papel. “Tem que estar preparado.”

A mudança já foi promovida por Luxemburgo durante a partida contra o Vasco, após a lesão de Anselmo. Nesta quarta, na Ilha do Retiro, Patrick terá novamente que mostrar poder de3 adaptação  na equipe. Desta vez, como titular, ele rende elogios ao novo parceiro de função. “O Rithely é um grande jogador e os que trabalharam com ele também têm qualidade. É uma questão do professor (Luxemburgo). Quem ele escolher tem que jogar. Espero fazer uma boa dupla e manter o maior tempo possível”, projetou.

No treino desta segunda-feira, Luxemburgo optou por uma mudança em relação ao posicionamento dos dois volantes. Patrick teve mais oportunidades ofensivas, enquanto Rithely atuou mais recuado. Apesar da escolha do técnico, as orientações ainda não são definitivas para o duelo contra os paulistas.

“O Rithely tem um bom passe e uma boa transição ofensiva. Ele (Luxemburgo) não definiu ainda. Posicionou mais. Quem ele escolher, a tem total liberdade para movimentar. E quem estiver na posição tem que executar”, garantiu Patrick, explicando as orientações do treinador. “A gente vai ganhar mais movimentação, mais equilíbrio no meio de campo e vamos tentar fazer o jogo de acordo com o que ele pediu para conseguir a vitória.”



Deixe uma resposta