Técnico do Salgueiro diz que empate com Sport foi bom resultado e confia na volta em casa

Foi no último minuto, com um gol de pênalti, que o Salgueiro arrancou o empate em 1 a 1 com o Sport, no primeiro jogo da final do Pernambucano, neste domingo, na Ilha do Retiro. Durante o confronto, o Carcará mostrou um bom trabalho defensivo, mas não conseguiu encaixar um ataque que resultasse em gol até o lance que originou a penalidade. Para o técnico Evandro Guimarães, foi um grande resultado.

“Pelas circunstâncias da partida, o empate não foi ruim. O Sport tem um poder financeiro muito grande, com opções de atletas no elenco. Ao contrário da gente, que tem um número limitado de peças e um poder financeiro bem abaixo. Acho que a nossa folha não chega nem a 10% da do Sport. Mas, no futebol, o financeiro não vem para o campo e sim a qualidade”, analisou Evandro Guimarães.

O treinador viu o seu time um pouco baixo do esperado no primeiro tempo, o que o forçou a tomar uma atitude enérgica no intervalo. “Tive que falar forte com eles. Porque tínhamos que voltar a ser o Salgueiro que todos conhecem, com uma puxada forte no contra-ataque. Melhoramos, tivemos uma bola na trave e duas ou três chances na área. Tivemos força para buscar o jogo no final”, disse Evandro.

 
Por ter feito uma campanha superior na fase anterior do Estadual, o Salgueiro, de forma inédita, vai decidir o campeonato em casa. A data é distante, 18 de junho, mas a confiança, independente dos obstáculos ocasionados por isso, é grande. “A gente chega muito forte. Lá no nosso estádio a torcida apoia muito. É difícil jogar com a gente. Vamos jogar para sermos campeões”, garantiu o atacante Valdeir, um dos destaques do Carcará no campeonato.
Por: SuperEsportesPE


Deixe uma resposta