NotíciasVilabela News

Suspeito de participar de assalto em Viracopos é preso em Caruaru

Um dos suspeitos de participar do assalto no Aeroporto de Viracopos, em Campinas (SP), foi preso na Feira da Sulanca, em Caruaru, no agreste pernambucano, por volta das 22h desse domingo (3). Anderson Struziatto dos Santos, 31 anos, é natural e residente em São Paulo e foi pego com documento falso e R$ 300 mil reais em espécie, sendo efetuada a prisão em flagrante. Além dele, foi detido também o motorista José Edmilson da Silva Viana, 44 anos, embora a Polícia Federal ainda uma suposta participação de Edmilson no assalto a Viracopos. Na tarde desta segunda-feira (4), os dois passaram por audiência de custódia na 37ª Vara da Justiça Federal. A prisão em flagrante foi convertida em prisão preventiva.

Segundo a Polícia Federal, com Anderson e José Edmilson ainda estavam acompanhados de um terceiro homem, de identidade não revelada. Após ser ouvido, ele foi liberado por não ter sido comprovada sua participação ou envolvimento em crimes. “As prisões aconteceram em virtude de investigação de rotina na área de inteligência policial, a qual dava conta de que um suspeito que tinha contra si um mandado de prisão preventiva expedido pela Vara Criminal de Caçapava (SP) estaria na Feira da Sulanca em Caruaru, acompanhado de um segundo comparsa. Foi montada uma equipe de policiais federais que se dirigiram até o local indicado onde estariam os suspeitos com RG e CNH falsos”, disse em nota a PF. A suspeita é de que o valor em espécie seja proveniente de assaltos.

Ainda de acordo com a Polícia Federal, Anderson e José Edmilson foram autuados pelo crime contido no artigo 304 do Código Penal (uso de documento falso) e caso sejam condenados podem pegar de 2 a 6 anos de prisão mais multa. “Durante o interrogatório, Anderson contou que trabalha comprando e vendendo carros e teria ido para Caruaru para comprar um sítio e passar férias e por isso estaria portando grande quantia em espécie. Disse também que estava usando documentos falsos para se esconder da polícia paulista por estar sendo vítima de injustiça”, informou a PF. Segundo a Polícia Federal, Anderson também é suspeito de participar de assaltos a bancos e transportadoras de São Paulo, latrocínio e formação de quadrilha. A Polícia Federal suspeita que os homens estariam planejando praticar algum roubo no agreste do estado.

Já o motorista disse em depoimento que veio de São Paulo na companhia de Anderson para conhecer o comércio local e comprar algumas mercadorias e que ambos tinham pretensão de montar um comércio de roupas em Caruaru.

“Está sendo averiguado o envolvimento do autônomo, em diversas modalidades de assaltos e crimes, e com relação a participação efetiva dele no episódio do aeroporto de Viracopos é algo que ainda será confirmado, após alguns procedimentos de identificação pericial”, disse a Polícia Federal. Também foram encontrados com a dupla U$ 120 dólares, 11 celulares, 01 tablet, R$ 16,5 reais e uma máquina fotográfica.

O assalto à transportadora de valores Brinks aconteceu no dia 17 de outubro deste ano, no Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas (SP), deixando dois seguranças baleados, dois suspeitos mortos e fechando os dois sentidos da Rodovia Santos Dumont (SP-75) e a operação aeroportuária. O assalto, que teve a participação de 12 criminosos, ocorreu no terminal de cargas do aeroporto e fez três reféns dentro de uma casa.

Do Diário de Pernambuco

Deixe seu comentário