Sob olhares de Milton Cruz, Náutico vence e encerra jejum

Com Levi Gomes no comando e sob os olhares do novo técnico, Milton Cruz, o Náutico encerrou o jejum de quatro jogos sem vitória na temporada, batendo o Belo Jardim por 2×0, no Arruda, pelo Campeonato Pernambucano, na noite desta segunda-feira. Com o resultado, a equipe alvirrubra pulou para a terceira posição do Hexagonal do Título, com sete pontos.

Em menos de cinco minutos, o Náutico mostrou ao novo treinador algumas de suas fragilidades. Foram dois erros no meio-campo que culminaram em contra-ataques perigosos. No primeiro, Denilson limpou o zagueiro e mandou para fora. No segundo, após boa jogada de Rogerinho, João Marcos, sem marcação e dentro da área, isolou.
Os poucos torcedores no estádio esbravejaram a cada erro alvirrubro – não foram poucos. Mesmo assim, o Náutico é quem tinha a maior posse de bola. Isso, porém, não foi sinônimo de pressão. Culpa do excesso de lançamentos longos e da dificuldade de fazer qualquer triangulação.

Nas pontas, Jefferson Nem e Erick eram antônimos. Enquanto o primeiro sempre desperdiçava a chance de finalizar, o segundo era quem mais assustava os mandantes. Os dois melhores chutes do Timbu saíram do seu pé. Ambos defendidos pelo goleiro Andrei. Sobre Alison, resta dizer que o centroavante só apareceu uma vez na primeira etapa, em uma bonita bicicleta que não terminou em gol. Ainda deu tempo de Tiago Cardoso fazer boa defesa em cobrança de falta de Júnior.

Dos pés de Erick sempre saiam as melhores jogadas do Náutico. Aos dois minutos, o atacante deu cruzamento perfeito para Alison. O centroavante escorou e Marco Antônio estufou as redes, acabando com a seca de quatro jogos sem gols.
Mais aliviado, o Náutico foi se soltando aos poucos no jogo. Uma tranquilidade que não evitou o time de passar por alguns apuros. Um deles foi aos 32 minutos. João Marcos subiu mais alto que todo mundo e cabeceou firme para ótima defesa do goleiro Tiago Cardoso.Mas o nome do jogo foi Erick. Nos acréscimos, o atacante foi derrubado na área. Pênalti cobrado e convertido pelo prata da casa, finalizando o placar em 2×0.

Ficha técnica

Belo Jardim 0
Andrei; Romário (Boca), Vandinho, Fabrício (Makson) e Xisto; Júnior, Bilisco, João Marcos e Denilson (Jarbas); Rogerinho e Raniel. Técnico: Luciano Veloso

Náutico 2
Tiago Cardoso; David, Tiago Alves, Adalberto e Giovanni (Manoel); João Ananias, Ewerton Páscoa (Darlan) e Marco Antônio; Erick, Jefferson Nem (Juninho) e Alison. Técnico: Levi Gomes (interino)

Local: Arruda (Recife/PE)
Árbitro: Gilberto Castro Júnior. Assistentes: Clóvis Amaral da Silva e Marcelino Castro.
Gols: Marco Antônio (aos 2 do 2ºT) e Erick (aos 47 do 2ºT)
Cartões amarelos: Andrei, João Marcos e Vandinho (B); Manoel (N)
Renda: R$ 7.140,00. Público: 758 pessoas

Da FolhaPE



Deixe uma resposta