Santa volta a “terreno maldito” para mais um jogo decisivo contra Salgueiro

Em Salgueiro, o Santa chegou a ser eliminado na semi do Pernambucano de 2017 (Foto: Marlon Costa / Pernambuco Press)

O Grupo A da Série C está embolado. O Santa Cruz é o quarto colocado, com 13 pontos. O Salgueiro, o sexto, com 11. Ou seja, o jogo desta segunda-feira é importantíssimo para ambos os lados na busca pela classificação ao mata-mata. Só que, no Estádio Cornélio de Barros, palco da partida, o Tricolor não costuma se dar bem e tem de quebrar a escrita para poder desgarrar dos concorrentes por uma vaga no G-4.

Nos últimos dez jogos no Cornélio de Barros, os tricolores só venceram um: pela sexta rodada do Hexagonal Final do Campeonato Pernambucano de 2017, bateu o Carcará por 1 a 0, com gol de Halef Pitbull (que tem chances de ser titular nesta segunda-feira). As outras partidas tiveram quatro vitórias do Carcará e cinco empates.

Alguns jogos no Estádio Cornélio de Barros marcam o Santa Cruz negativamente, como a derrota de 2 a 0 para o Salgueiro na semifinal do Campeonato Pernambucano do ano passado. Aquilo custou a vaga na final; e o Tricolor teve de disputar a decisão do terceiro lugar contra o Náutico – acabou ganhando.

Quebrar a escrita nesta segunda-feira é importante em termos de classificação. Caso o Santa Cruz vença, abre quatro pontos para o atual quinto colocado, o Botafogo-PB.

Depois do jogo contra o Salgueiro, a tabela traz um clássico para o Santa: na sequência, o adversário é o Náutico, no Arruda. Ou seja, tomar distância é essencial até porque, se o Carcará ganhar, passa os corais na tabela. E o Santa estaria fora do G-4 no início do returno.

Do Globo Esporte


Deixe uma resposta