Pedido do técnico no Náutico, Jhonnatan volta a mostrar força ofensiva

Jhonnatan marcou pelo Náutico pela primeira vez após a chegada do técnico Márcio Goiano (Foto: Marlon Costa/Pernambuco Press)

A característica de marcador é algo que acompanha o volante Jhonnatan ao longo da carreira. Mas não só no sentido defensivo. Entre os cinco clubes que jogou, deixou de marcar gols em um – a Portuguesa-RJ, no início desta temporada. No Náutico não foi diferente. Balançou as redes duas vezes nas últimas três partidas, quando voltou a aparecer como finalizador fatal, após a chegada do técnico Márcio Goiano.

Chegar de forma mais constante na área do adversário, de acordo com o jogador, foi um pedido que partiu do treinador alvirrubro.

– O Márcio pede isso. Que os homens de trás, os volantes – eu, o Dudu, o Jobson -, que a gente chegue lá na frente para dar esse apoio, porque uma hora ou outra a bola pode sobrar, e a gente tem que estar ali.

No Alvirrubro, até o momento, ele desenha o melhor desempenho da carreira no quesito. Com 0,28 gols por jogo. Também porque, nas temporadas em que marcou mais de duas vezes, a quantidade de apresentações foi muito superior. Consequentemente, diminuiu a média.

– É um coisa que sempre fiz durante a minha carreira. Chegar na área e buscar o gol. Quanto mais jogadores nossos pisarem na área, a chance de fazer o gol é maior. Não adianta fazer uma jogada, cruzar e só o Ortigoza estar ali, porque a chance de gol acaba diminuindo – afirmou.

Gols da carreira de Johnnatan

Náutico [2018] 7 jogos 2 gols
Portuguesa-RJ [2018] 11 jogos
Paysandu [2017] 26 jogos 1 gol
Paysandu [2016] 30 jogos 6 gols
Ceará [2016] 13 jogos 1 gol
Paysandu [2015] 50 jogos 4 gols
Remo [2014] 10 jogos 1 gol
Remo [2013] 6 jogos
Remo [2012] 7 jogos 1 gol

O volante marcou o segundo gol da vitória por 3 a 2, sobre o Remo, no último sábado, aproveitando o rebote do goleiro Vinícius, após a finalização de Wallace Pernambucano, aos 36 minutos do segundo tempo. Na ocasião, colocou o Náutico na frente após levar o empate, por 1 a 1, do Leão Azul.

Seu primeiro gol pelo Alvirrubro, no entanto, aconteceu no dia 27 de maio – quando balançou as redes, aos 46 do segundo tempo, confirmando a vitória, por 2 a 0, sobre o Globo-RN, pela 7ª rodada da Série C.



Deixe uma resposta