Para Eduardo Baptista, expulsão “estragou” o jogo

Eduardo comandou seu primeiro jogo na equipe rubro-negra

 

 

 

 

A reestreia de Eduardo Baptista não foi da forma que ele esperava. Fazendo jogo de “seis pontos& #8221; contra o Santos na Vila Belmiro, o Sport acabou derrotado por 3×0, e agora, torce contra Vasco e Vitória para não terminar a rodada dentro da zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro.

Para o treinador Eduardo Baptista, a equipe fazia um bom jogo até o momento da expulsão do atacante Rogério, aos 12 minutos do segundo tempo: “O time fez um grande primeiro tempo. Apesar de levarmos um gol cedo, nós tivemos mais posse de bola, volume de jogo, mas finalizamos pouco. No segundo tempo, criamos chances claras de gol, voltamos com outra postura, mas a expulsão acabou estragando o jogo. Não prejudicou só o Sport, mas também quem estava assistindo uma grande partida de futebol “, comentou Eduardo.

O técnico rubro- negro fez questão de cobrar mais atenção da equipe, que acabou levando o primeiro gol com menos de dois minutos de jogo: “A gente já tinha alertado sobre o início de jogo. Sobre a pegada na marcação. Levamos um gol no início que mudou totalmente o planejado”, concluiu o treinador que fez sua reestreia no comando do Sport.

 

Da Folha de Pernambuco


Deixe uma resposta