Osvaldo acredita que Diego Souza volta ao Sport mais motivado após gols pela seleção

Com dois gols, o meia Diego Souza foi o grande destaque da seleção brasileira na goleada por 4 a 0 sobre a Austrália, na última terça-feira. Desempenho que rendeu elogios do técnico Tite e, em tese, deixou o jogador mais perto de disputar a Copa do Mundo do próximo ano, na Rússia. De volta ao Brasil, o camisa 87 deve se reapresentar ao Sport nesta quinta- feira, retornado ao time no compromisso contra o Vitória, domingo, na Ilha do Retiro, pelo Campeonato Brasileiro. Reforço considerável. Para o atacante Osvaldo, a boa atuação com a camisa canarinha deve render frutos também para o Leão. 

“A gente fica feliz. Na história são poucos os atletas do Sport que chegaram a vestir a camisa da seleção brasileira e o Diego marcou logo dois gols. Ele vai voltar com sede total para que possa estar marcando ainda mais gols com a camisa do Sport. A gente fica feliz de ver um companheiro nosso na seleção e espero que ele possa continuar ajudando tanto a seleção quanto a nossa equipe”, destacou o avançado leonino, que também já defendeu o Brasil, em dois amistosos em 2013.
“Estar na seleção motiva qualquer profissional. O Diego vai voltar ainda mais focado para querer ajudar o Sport depois dessa passagem. Espero que ele possa se manter. O sonho de qualquer jogador é disputar uma Copa do Mundo representando seu país. O Diego está entre esses jogadores que podem conquistar isso. Quem sabe a gente não vê um cara que é guerreiro e amigo de todos como o Diego representando o Sport na Copa do Mundo, com o Brasil conquistando o título”, vislumbrou Osvaldo.

Jejum
Nesta temporada, Diego Souza segue como um dos artilheiros do Sport, ao lado do atacante André, com dez gols marcados. Porém, com o camisa 87 em campo, a última vitória da equipe rubro-negra foi no clássico diante do Náutico, por 3 a 2, no dia 16 de abril, ainda pela semifinal do Campeonato Pernambucano. 
De lá para cá, o Leão conseguiu apenas mais três triunfos, em 16 partidas. Diante de Santa Cruz (pela Copa do Nordeste), Grêmio e Flamengo (ambos pelo Brasileiro). Todos sem o meia em campo. No clássico contra os corais, acabou substituído por lesão aos 15 minutos do primeiro tempo, quando a partida ainda estava empatada por 0 a 0.



Deixe uma resposta