No Brasileirão, Sudeste ganha de goleada da região Sul

Image result for brasileirão série a 2018

 

 

 

 

 

 

Em que pese a concentração maior de grandes clubes do futebol nacional no Sudeste, todo início de Brasileiro suscita uma dúvida: quem vai ganhar o título, um gigante de São Paulo, Minas, Rio, ou do Rio Grande do Sul e até mesmo do Paraná?

Uma observação mais apurada exclui vários gigantes da lista de favoritos deste ano e aponta Corinthians, Palmeiras, Grêmio e Flamengo com mais potencial para erguer o troféu em dezembro. Nada que impeça um outro grande de despontar durante a temporada.

Desde 1971, quando a competição se padronizou, houve equilíbrio apenas nos 11 primeiros anos, nesse duelo particular entre as duas regiões.

No período, foram três campeonatos para o Inter (75, 76 e 79) e um conquistado pelo Grêmio (81), contra sete dos times do Sudeste – Atlético-MG (71), Palmeiras (72 e 73), Vasco (74), São Paulo (77), Guarani (78) e Flamengo, (80).

Desde o início dos anos 80, notadamente a partir de 82, a supremacia do Sudeste se impôs. O Internacional não conseguiu mais nada. O Grêmio obteve apenas mais um título, em 1996, e, não fosse a façanha do Coritiba em 1985 e a do Atlético-PR em 2001, o Sul estaria lascado nas estatísticas.

Nas últimas 36 edições do Brasileiro, desde 1982 – não contando, portanto com aquelas 11 iniciais – o Sudeste alcançou 31 conquistas, contra apenas três do Sul (Coritiba, Grêmio e Atlético-PR) e duas do Nordeste (Sport, 87, e Bahia, 88).

Na briga pela artilharia da competição ao longo do Brasileiro – sempre considerando os dados a partir da conquista do Atlético-MG em 1971 -, o Sudeste também aplica outra goleada no Sul – 42 a 10 (houve anos em que mais de um jogador ficou no topo).

nos rebaixamentos da Primeira para a Segunda Divisão, o Sul se vinga do Sudeste. Claro que isso tem a ver com o número sempre maior de equipes de São Paulo, Minas, Rio e até do Espírito Santo, em conjunto, contra as da região Sul.

A história registra 43 descensos do Sudeste contra 28 do Sul ao longo de cinco décadas. Os recordistas de quedas para a Segunda Divisão são o América-MG e o Coritiba – cinco vezes para cada um.

 

Do Portal Terra


Deixe uma resposta