Luciano Huck descarta Presidência, mas frisa: ‘Não vou deixar de me envolver’

Depois de Angélica negar a possível candidatura do marido, Luciano Huck deu fim aos rumores de disputar eleições presidenciais em 2018, neste domingo (14). No jornal “Folha de S. Paulo”, o apresentador publicou um texto com o título “Estou aqui” para descartar o interesse na Presidência. “Não, não sou candidato a presidente da República. Um assunto como esse, contudo, não pode ser tratado sem reflexão. Nunca falei que seria candidato a nada, mas nunca me esquivei de me posicionar. Acho que sempre fui alguém movido pela vontade de aprender e por uma curiosidade inata e verdadeira”, avaliou.

O apresentador, submetido a uma cirurgia na hérnia, frisou que não ficou ausente das discussões políticas no Brasil. “Em mais de 20 anos de carreira, sempre quis ser alguém que se coloca, que está presente na cena nacional e faz o que pode para usar sua energia a favor da evolução da sociedade e da nação. Nunca fiquei escondido atrás do conforto da indiferença e da fama, nunca me omiti, fazendo cara de paisagem, só posando para selfies e fingindo não ver o mundo em que estou”, escreveu. “Por força do meu trabalho, nas últimas duas décadas viajei este país de ponta a ponta, entrei na casa das pessoas, dividi com elas seus sonhos, compartilhei seus desejos, sem nenhuma intenção além de ouvir e de contar suas histórias”, acrescentou.

Luciano, apontado como possível candidato pelo líder do AfroReggae, disse que não vê uma “liderança capaz de desenhar e defender um projeto de Brasil coerente& #8221; e, por causa disso, se tornou centro de especulações. “Meu nome foi levado para esse debate, em boa medida, por ter afirmado que está na hora de minha geração ocupar espaços de poder. Não vou me furtar a esta discussão, mas isso não significa que esteja me lançando a qualquer tipo de cargo. Neste momento da minha vida e carreira, não acho que seja necessário, nem produtivo, fazer uma mudança tão radical de rota.”

Segundo Huck, seu interesse é levantar debates acerca da política através de seu espaço na televisão. “Usar a força da TV aberta e das redes sociais para inspirar, transformar, mostrar que, mesmo vivendo em um país tão desigual, não precisamos ficar inertes, como se a realidade não pudesse ser alterada.Estamos em um momento do país em que todos devemos ser políticos, ressignificar essa palavra, trazê-la para o centro das discussões. Temos que superar a polarização patrulheira e começar a discutir ideias e projetos”, escreveu o apresentador, que desejou felicidades ao noivo de Eliana, Adriano Ricco, no “Caldeirão do Huck”.

Por Pure People



Deixe uma resposta