Goiano valoriza classificação antecipada ao mata-mata da Série C

Goiano comemorou classificação antecipada ao mata-mata

 

& nbsp;

 

 

Após o péssimo começo na primeira fase do Grupo A da Série C, o prognóstico para a reta final do Náutico na competição era preocupante. Não só na luta pelo G4 como também com relação ao risco de rebaixamento à Série D. Exemplos de edições anteriores do torneio mostravam que só um milagre mudaria a história do Timbu. Ele veio. Emplacando uma sequência de nove jogos de invencibilidade, com sete vitórias e dois empates, os pernambucanos deixaram a lanterna e pularam para o topo da chave após o triunfo por 2×0 diante do ABC, na Arena de Pernambuco.

“Antes, pelas nossas contas, ainda estaríamos brigando pelo aceso até o jogo do Remo. Mas conseguimos administrar algumas situações para alcançar a classificação antes. Tivemos volume no primeiro tempo contra o ABC, com 18 finalizações e mais de 400 passes. Depois sofremos, mas o resultado aconteceu. Temos que ressaltar o mérito dos jogadores após tudo que passamos”, afirmou o técnico Márcio Goiano.

Já classificado, o Náutico joga apenas pela manutenção da liderança no próximo sábado (11), contra o Remo, no Mangueirão. Para o jogo, o Timbu terá três desfalques, todos por suspensão. O goleiro Bruno, o zagueiro Camutanga e o atacante Robinho receberam o terceiro cartão amarelo cada e só voltam ao time no mata-mata. Com a vaga assegurada, o treinador deu a entender que pode poupar ainda mais peças.

“Sabíamos que, se tivéssemos a oportunidade de levar um cartão após a classificação estar assegurada, nós faríamos isso. Agora teremos a semana toda para avaliar alguns jogadores. Mas também temos que pensar a curto prazo sabendo que, se fizermos isso, eles ficarão 15 dias sem jogos. Sempre gostei de dar ritmo aos atletas, por isso vou observar a situação”, declarou. Nas vagas dos suspensos, o treinador deve colocar Luiz Carlos, Camacho e Rafael Assis.

 

Da Folha de Pernambuco



Deixe uma resposta