NotíciasVilabela News

Ciopaer dá cobertura à ação que resultou em 17 prisões no sertão de Pernambuco

Dando continuidade às ações no Estado de Pernambuco voltadas para coibir o tráfico de drogas e a erradicação de plantios de maconha no sertão pernambucano, a Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer) da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Estado do Ceará (SSPDS/CE) deu cobertura a uma operação conjunta da Polícia Federal (PF), do Ministério Público de Pernambuco (MPPE) e das Polícias Civil e Militar do Estado de Pernambuco contra o tráfico de drogas. A ofensiva aconteceu, na manhã desta terça-feira (18). Ao todo, 17 pessoas foram presas.

A operação Pajeú foi deflagrada, nesta manhã, e cumpriu 20 mandados de prisão e de busca e apreensão. A ofensiva é um desdobramento de outros trabalhos policiais realizados para combater o tráfico de drogas nessas cidades que podem servir como rotas de escoamento de entorpecentes para outras cidades do Nordeste. Após diligências nos municípios de Carnaubeira da Penha, Belém de São Francisco, Serra Talhada e Petrolina, as forças de segurança capturaram 17 pessoas e apreenderam uma quantia em dinheiro.

As incursões, que também foram realizadas por via aérea, contou com uma aeronave da PF, o caçador 08, e outra da Ciopaer, a Fênix 02, que está na região desde o último dia 11 deste mês. Atualmente, a Ciopaer, conta com uma frota de nove helicópteros e um avião, sendo considerada a maior operadora pública entre os Estados do País em aeronaves biturbinas.

“É extremamente importante a participação da Ciopaer nas operações que dão apoio à Polícia Federal, pois a sociedade cearense também sofre os males gerados pelo tráfico de drogas naquela região, que fica próximo à divisa do Ceará com Pernambuco. A Ciopaer hoje tem uma frota moderna de aeronaves, que nos permite atuar nessas operações com segurança e proficiência técnica”, ressalta o coordenador da Ciopaer e delegado da Polícia Civil do Estado do Ceará, Aristóteles Tavares.

Em Pernambuco, a região conhecida como “Polígono da Maconha”, possui plantações de ervas que se concentram nas cidades de Salgueiro, Floresta, Belém de São Francisco, Cabrobó, Orocó, Santa Maria da Boa Vista e Petrolina, Betânia, Serra Talhada e Carnaubeira da Penha. Na última sexta-feira, 1,031 tonelada de maconha e haxixe (maconha potencializada), foram encontradas e incineradas na Fazenda Pacheco, localizada na zona rural da cidade de Floresta. As substâncias tóxicas já estavam prontas para serem comercializadas.

Deixe seu comentário