NotíciasVilabela News

CASO NEYMAR: Laudo aponta hematomas em mulher que acusa Neymar de estupro; advogado sai do caso

O relatório de um médico particular aponta que a mulher de 26 anos que acusa o atacante Neymar de estupro apresentou hematomas e arranhões nos glúteos, transtorno ansioso e depressivo e traumatismos superficiais não especificados. O exame foi feito uma semana após a suposta agressão que ela teria sofrido em um encontro com Neymar em Paris.

Os policiais da Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática estiveram nesta segunda-feira (3) na Granja Comari, em Teresópolis, onde a seleção brasileira se prepara para a Copa América.

Os policiais civis investigam Neymar por ter divulgado imagens íntimas da mulher que acusa o jogador de estupro. Pelo Código Penal, é crime publicar imagens de nudez sem o consentimento da pessoa.

No vídeo divulgado por Neymar, ele borrou vários posts. Mas, em alguns, é possível ver o rosto e o nome dela completo. Sábado, em uma rede social, Neymar divulgou um vídeo para apresentar sua defesa.

Já o escritório de advocacia contratado pela mulher que acusa o jogador Neymar de estupro rescindiu o contrato com a cliente alegando que ela havia relatado para os advogados que havia sofrido uma agressão, mas não mencionou estupro.

Segundo as alegações do escritório Fernandes e Abreu Advogados, a mulher relatou a eles que “a relação mantida com Neymar Jr. foi consensual, mas que durante o ato ele havia se tornado uma pessoa violenta, agredindo-a, sendo esse o fato típico central (agressão) pelo qual ele deveria ser responsabilizado cível e criminalmente”. O escritório divulgou o documento da rescisão do contrato.

Com informações do G1

Deixe seu comentário