Atacante Halef Pitbull escancara problema de criação do Santa Cruz: “Sem meio é f…”

Pitbull: “Bola às vezes não chega e tenho que me movimentar para colocar companheiros na cara do gol”

Não é de hoje que o setor de criação é o mais deficiente do Santa Cruz. Carência evidenciada no jogo de volta da semifinal do Estadual, contra o Salgueiro, que marcou a eliminação tricolor do campeonato. Embora a falta de produtividade do setor seja clara, todos no clube colocavam panos quentes no assunto. Mas Halef Pitbull resolveu soltar o verbo. Sem balançar as redes há oito jogos, o atacante desabafou e justificou a falta de gols.

Antes mesmo de o Santa Cruz ter sofridos os gols da derrota por 2 a 0, no Cornélio de Barros, Pitbull confessou que estava difícil jogar com a baixa produtividade do meio-campo. Ainda no intervalo, quando a partida estava empatada sem gols, não evitou nem mesmo um palavrão para expor o problema. “Jogar sem meio é f… A bola às vezes não chega e eu tenho que me movimentar para colocar os companheiros na cara do gol. É assim mesmo”, falou o centroavante coral.

Pitbull tentou até aliviar a situação em seguida, afirmando que todo o time estaria procurando dar o melhor para o Santa Cruz. “Independentemente de eu não estar fazendo gol, o importante é que todo mundo está se doando.” Como não havia visto a entrevista do atacante, o treinador Vinícius Eutrópio, por sua vez, preferiu não repercutir as declarações. “Com todo respeito, todo comentário que alguém da imprensa falar que um jogador falou, eu não comento”, pontuou.

Por: SuperEsportes



Deixe uma resposta